Mãe há só uma, mas algumas são lixadas…

Parece de propósito.

A minha sobrinha/afilhada não aguentou mais tempo na barriga da mãe e nasceu na quinta-feira. Nada que interesse ao público em geral, é apenas um motivo de grande satisfação pessoal.

Este sábado, a filha de Kate e William não quis deixar os ingleses mais tempo à espera e lá se decidiu, finalmente, a nascer. Um nascimento que, ao contrário do primeiro, já é assunto de conversa em todo o mundo.

E hoje, domingo, é Dia da Mãe. Portanto, não há nada a fazer, tenho mesmo que escrevinhar qualquer coisa sobre a nobre figura da mãe, embora, como em tudo na vida, haja uns com mais sorte do que outros na que lhe sai na rifa. E também já se sabe que, em tudo que acontece na privacidade do lar, quem manda é a mulher, neste caso a mãe.

Se o homem quer ter um filho mais cedo, azar, bem podem ter conversas a dois que, se a mulher não estiver para aí virada, não há nada a fazer. Porque as mulheres vivem em casa dos pais até mais tarde no século XXI, porque os jovens se casam ou vão viver juntos mais tarde, porque as mulheres querem ter, e com todo o direito, a sua própria carreira profissional, e não ficar em casa a dar biberão e trocar fraldas. Assim, se na tal conversa a dois, a mulher começar a levantar reticências, é melhor o homem recuar se não quiser passar umas noites a dormir no sofá.

Mais tarde, quando o relógio biológico soar finalmente à mulher, damos logo por isso e quase que nem temos voto na matéria. De repente, a mulher não quer esperar mais tempo, porque já tem 30 anos, porque não quer ter uma grande diferença de idade para o filho, porque não vale a pena estar a pensar em garantir uma maior estabilidade profissional e financeira pois, nos tempos que correm, já nada é certo. Não é que sejamos «violados» ou forçados a nada, simplesmente, naquele momento, somos como um touro com uma toalha vermelha à frente, perdemos toda a racionalidade e vamos em frente sem pensarmos em mais nada.

Com os primeiros meses de gravidez chega o típico enjoo e outras maleitas às mulheres, que logo começam a acusar os maridos de lhe terem desgraçado a vida e que nem se atrevam a achar piada aos desejos inesperados, por que levam com um tabefe nas ventas. Os meses passam, as mulheres ganham volume e o mesmo acontece com os ataques verbais, porque eram todas jeitosas e agora parecem vacas parideiras. Aproxima-se a data do nascimento e, se cometemos a loucura de comprar alguma coisa para nós, salta logo a dica: “Sempre quero ver o que me compras, depois de andar com o TEU filho nove meses na barriga”. Naquele momento, o filho é só NOSSO e parece que a mulher foi ludibriada para engravidar.

Nasce a criança e, claro, é a cara chapada da MÃE, não tem uma ponta de semelhança com o PAI. Se a criança dorme bem, está visto que sai à MÃE, se berra muito, tem o feitio desgraçado do PAI. “Nem penses que vais dormir para a sala, pensas que foi só fazê-lo?”, ouvimos frequentemente. E até pode ter os olhos, o queixo e a boca do avô paterno, mas nada do PAI.

Os anos passam, a criança cresce e, se é fofinha e bem comportada, é a filha querida da MÃE. As mulheres falam com as amigas e dizem sempre a «MINHA» filha, raramente a nossa, mesmo quando o pai está ao lado a ouvir a conversa. Se a criança parte um vaso ou se se porta mal na escola, “Vê bem o que o TEU filho fez”, dispara a mulher para o marido. Mãe que evita ao máximo dar umas palmadas no rabiosque do filhote, mesmo que merecidas, deixando que sejam os pais a ser os «maus da fita». E os episódios, que os homens depressam se habituam a encarar com humor e boa-disposição (que remédio), lá se vão repetindo pela vida fora. Por isso, mãe há só uma, mas algumas são lixadas…

Daniel Pina

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s