Foi-se a silly season. Temos o Algarve só para nós!!!

IMG_5548
É verdade. Como que num truque de magia, já se consegue ir fazer comprar sossegado aos supermercados, já não há confusões desmedidas na EN125 nem acidentes todos os dias, pelo menos daqueles que abrem os noticiários da noite, já não temos tias a dar à língua a noite toda nas escadas dos prédios, ou ao telemóvel na varanda, como se ali não vivesse mais ninguém, e alguns deles, coitados, até nem sequer estão de férias e têm que ir trabalhar no dia seguinte.

Acabou o mês de agosto e foram-se os turistas embora. Houve anos em que este fenómeno deixava os empresários algarvios desgostosos, de lágrimas nos olhos, ao verem partir as suas galinhas de ovos-de-ouro. Hoje, já não é assim. Claro que os clientes são sempre bem-vindos nos cafés e restaurantes, mas convém que deixem algum dinheiro quando se vão embora. Como, de há uns anos para cá, os clientes só trazem queixas, reclamações e dores de cabeça para os proprietários dos espaços e seus funcionários, a mossa do final de agosto já não é tão dura como antigamente. Se calhar queixam-se mais os gerentes dos supermercados pela queda das vendas, mas baixam no Algarve e aumentam noutras lojas do mesmo grupo noutro ponto qualquer do país, portanto, o dinheiro vai ter todo ao mesmo sítio.

Chegou ao fim mais uma temporada da rabugice dos ricos na aparência mas pobres na carteira, mas temos à mesma o sol e as temperaturas agradáveis, as praias, a serra, as aldeias típicas, os centros históricos, agora tudo só para nós. Realmente, as noites durante a semana estão mais pacatas com o encerramento dos espaços de Verão, mas continuamos a ter bares e discotecas e eventos culturais de qualidade promovidos pelas associações locais ou pelas autarquias. Disso é exemplo o Festival F, que acontece este fim de semana em Faro, e com um cartaz até superior a alguns dos festivais que se realizaram em agosto.

Portanto, não temos grandes razões para lamentos. Podemos até dizer que começa agora o nosso Verão, já podemos ir à praia ao fim de semana com a família em paz, podemos passear à noite sem andarmos aos encontrões ou com receio dos «artistas» que também vieram para o Algarve em agosto, esses não de férias, mas atrás dos turistas distraídos, que deixam as malas à vista nos carros, ou as carteiras largadas nas mesas dos cafés e restaurantes.

Foi-se a chamada «silly season», termo que algum cronista social se lembrou de inventar há uns anos e que pegou. Infelizmente, saímos de uma e entramos noutra, desta vez uma «silly season» política, com as Legislativas ao virar da esquina e cada candidato a Primeiro-ministro a dizer de sua justiça. Coitados dos portugueses, mal acabaram as férias e já temos que apanhar com os discursos dos políticos, que nos voltam a lembrar a crise em que vivemos. Uns prometem isto, outros prometem aquilo, uns prometem coisas que sempre defenderam, outros prometem coisas que repudiavam na semana passada, enfim, é a tal «silly season» de fato e gravata, comícios e debates televisivos. Mas isso fica para outro desabafo.

Daniel Pina

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s