Na terra da tolerância, ninguém se preocupa com burkinis

mangacomic

Conforme refere Paulo Bernardo na sua crónica desta semana da Revista Algarve Informativo, anda meio mundo chocado com os burkinis, seja pela peça de vestuário em si, seja pelo episódio dos polícias em Nice obrigarem uma senhora a retirar o seu burkini. Uma falsa questão, como qualquer pessoa com um pingo de inteligência na cabecinha compreende facilmente, dai que não tenha visto grande alarido sobre isso no Algarve. E não me admiro porque, tal como o Paulo Bernardo muito bem diz, o Algarve sempre foi uma região de gentes tolerantes e com mentalidade aberta, não fossemos nós uma região marcadamente turística.

Esta tolerância não se reflete apenas na maneira como recebemos turistas de todos os pontos do mundo de braços abertos, independentemente da sua nacionalidade, cor de pele ou credo religioso. Uma tolerância que não é influenciada pelo volume da carteira dos visitantes, nem sequer pela forma algo arrogante com que alguns turistas tratam quem tanto trabalha para lhes proporcionar as melhores férias possíveis. Dizem alguns que até somos demasiado tolerantes e que, por causa disso, somos tratados pela classe política da maneira como somos. Mas a tolerância está no nosso ADN e esta semana fui a dois eventos que bem a comprovam, e de formas completamente distintas.

O primeiro deles foi o Folkfaro, um festival internacional de folclore organizado pelo Grupo Folclórico de Faro e que trouxe ao Algarve grupos de seis países diferentes. E depressa percebemos que o folclore do Quénia, Filipinas, Brasil, França, Alemanha e Geórgia não é igual ao nosso porque, segundo Amabélio Pereira, “há grupos que respeitam a tradição e não a alteram, há outros que renovam a tradição e adaptam-na aos tempos modernos, e há grupos que apenas têm uma leve inspiração do antigo e é quase tudo modernidade”.

Apesar de estarem em palco sete interpretações completamente distintas do folclore, com o grupo de Faro incluído, o público que esgotou o Teatro das Figuras aplaudiu com igual entusiasmo todas as atuações, porque, lá está, somos tolerantes e não temos a veleidade de pensar que o folclore que estamos habituados a ver em Portugal é melhor que o desenvolvido noutras nações. Por mais estranhas que possam parecer ao olhar desatento, as outras atuações apresentaram com elevada qualidade o folclore dos seus países e os algarvios aceitaram-no sem qualquer hesitação.

Outro tipo de tolerância encontrei no 5.º Manga & Comic Event, organizado pela Associação Núcleo Geeks do Algarve, que reuniu apaixonados pelas histórias de ficção científica e fantasia oriental e ocidental na Escola de Hotelaria e Turismo do Algarve. E se ninguém se admira de ver centenas de adolescentes mascarados das suas personagens preferidas, carregados de acessórios, em poses distintas, com palavras e gestos repletos de rigor, se calhar já será mais estranho ver essa atitude em adultos de todas as idades e das mais variadíssimas profissionais.

Provavelmente alguns diriam que já têm idade para ter juízo, que não parece bem advogados, doutores, engenheiros, arquitetos, técnicos superiores de organismos públicos e afins andarem vestidos de ninjas, super-heróis, cavaleiros das estrelas, de fadas e vilões, ainda por cima em público num evento que atrai milhares de pessoas. Contudo, volto a reforçar, no Algarve somos tolerantes e compreendemos que todos nós já fomos crianças e não é pelo facto de crescermos que temos que deitar fora tudo aquilo que marcou a nossa infância e adolescência. E que bem sabe por vezes, nos locais e alturas certas, esquecermos as preocupações do dia-a-dia que acometem todos os adultos. E é por tudo isto que, realmente, não noto os algarvios muito preocupados com os burkinis que tanta polémica têm gerado por esse mundo fora.

Daniel Pina

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s