Cultura sempre houve no Algarve, não se reparava era nela…

img_6813a
O leitor mais atento da Revista Algarve Informativo já deve ter reparado que é rara a semana em que não é publicada uma entrevista a um agente cultural ou uma reportagem sobre um acontecimento cultural. Por isso, já me habituei, há vários meses, a que, volta e meia, algum amigo ou conhecido me diga que não tinha consciência de que se fazia tanta cultura no Algarve. A minha resposta é que o Algarve sempre teve grupos de teatro, companhias de dança, artistas plásticos, músicos, escritores e afins bastante ativos, o problema é que a maior parte das pessoas não reparava no produto do seu trabalho.

Quando a conversa é com algum visitante de outro ponto do país ou com alguém que se mudou recentemente para o Algarve, normalmente a contrarresposta é que sabiam que acontecia muita coisa durante o Verão, sobretudo em agosto, mas que pensavam que o resto do ano era mais calmo em termos culturais. E eu, como não gosto que se misturem alhos com bugalhos, de imediato alerto que aquilo que os turistas, e os residentes, consomem em agosto não é propriamente Cultura, antes sim Entretenimento e Animação. É que, na minha humilde opinião, não podemos comparar um sunset na Praia da Falésia ou uma festa numa discoteca da Praia da Rocha com um bailado ou um concerto de música clássica. Do mesmo modo que um festival gastronómico ou bailarico não é um encontro de poesia ou um festival de teatro.

Isto leva-nos ao cerne da questão, ao problema que sempre atormentou os agentes culturais algarvios. Durante os meses quentes de Verão gasta-se bastante dinheiro a promover o que acontece na região para atrair o máximo de turistas, mas esses eventos são de entretenimento e animação, muitas vezes produzidos ou interpretados por pessoas que nem são do Algarve. Aliás, muitos são os teatros e auditórios que até estão fechados para férias, ou alugados por artistas de Lisboa ou Porto para apresentarem os seus espetáculos a contar com as receitas de bilheteira.

Depois, termina agosto, os turistas regressam a casa, e termina praticamente a divulgação do que vai acontecendo no barlavento e sotavento, precisamente quando os agentes culturais regionais retomam a sua produção habitual. Claro que as autarquias continuam a lançar as suas agendas municipais, claro que os auditórios e teatros continuam a colocar os seus cartazes nas fachadas dos prédios, mas, como não podem promover tudo o que vai acontecer, dão privilégio aos espetáculos com os nomes sonantes da televisão e das capas de revista, para garantirem uma boa casa. E, assim, cria-se a ideia de que os algarvios produzem, de facto, pouca cultura, o que é completamente falso.

Agora, porém, a tarefa está mais fácil para os criadores e programadores culturais, graças ao Facebook e à sua maravilhosa ferramenta de gestão de eventos, que nos bombardeia os telemóveis diariamente com lembretes de que vai acontecer esta peça de teatro ou aquele bailado, de que vai ser inaugurada esta exposição ou ser lançado aquele livro. Por isso, as pessoas já não têm grandes desculpas para dizerem que não sabem o que sucede ao seu redor.

O desafio passa a ser, então, tirá-las de casa e isso não é fácil, porque os homens não dispensam os seus jogos de futebol nos canais desportivos e as mulheres as suas telenovelas nos canais generalistas e depois justificam que não vão a um acontecimento cultural porque não têm com quem deixar os filhos pequenos. Quando isso até se resolve, logo aparecem outras desculpas, porque o homem tem que se levantar cedo para um passeio de bicicleta com os amigos, porque a mulher combinou uma caminhada à noite com as amigas, porque estão cansados, porque não sabem que roupa levar ao teatro, ao concerto de música, ao bailado, ao serão de poesia. E, nesse aspeto particular, pelo menos para já, não há ferramenta de Facebook que acuda aos agentes culturais.

Daniel Pina

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s